Edital 04/2010 (Prioridade Rio)

MAPEAMENTO DIGITAL E MONITORAMENTO DAS ÁREAS DE MANGUES DO LITORAL FLUMINENSE, ATRAVÉS DE TECNOLOGIAS DIGITAIS DE GEOPROCESSAMENTO E ANÁLISE ESPACIAL

O mapeamento dos mangues do litoral fluminense foi executado recentemente, de norte para sul, com suporte de imagens sensoriais LANDSAT para as épocas de agosto e setembro de 2010, envolvendo sete cenas distribuídas e contendo parte expressiva da zona costeira do estado do Rio de Janeiro. Estudos revelaram que as bandas visíveis do LANDSAT, em conjunto com as bandas da faixa do infravermelho (RGB543), proporcionam a identificação de fragmentos de vegetação de mangue, na desembocadura de rios e em lagunas costeiras, com mais evidência. Esforço concentrado está sendo aplicado nessa atividade uma vez que o conhecimento da ocorrência da vegetação remanescente de mangue pode ser usado em estudos de mudanças climáticas, analisando cenários em ocasiões de verão e inverno, nos últimos anos. As funcionalidades dos sistemas SPRING e PCI estão sendo exploradas na obtenção de segmentações e classificações com o propósito de geração de mapas indicativos de mangues, sua localização, distribuição e extensão, também com ortofotografias do ano de 2006. Unidades de conservação e áreas costeiras ocupadas pelo homem co-existem, e nos ambientes litorâneos há processos naturais em curso, promovidos pela ação de ventos, ondas, marés, e correntes que alteram as condições físicas, biológicas e químicas da água, que, por sua vez, refletem sobre a vegetação de mangues. Tal mapeamento proporcionará a localização precisa dos mangues hoje e determinará diretrizes que possibilitem o monitoramento contínuo da sua distribuição nos ambientes costeiros para os próximos anos.

Resultados do projeto www.georeferencial.com.br/old.

 

Comments are closed.